Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Educação

21.03.2012 - 11:24 - Fonte: Assessoria Comunicação SETE

Projovem Trabalhador prorroga prazo de inscrição para candidatos

A Secretaria de Estado de Trabalho e Emprego (SETE) prorrogou o prazo das inscrições do programa Projovem Trabalhador para o dia 30 de março. A prorrogação visa ampliar a oportunidade dos jovens, com idade entre 18 e 29 anos

A Secretaria de Estado de Trabalho e Emprego (SETE) prorrogou o prazo das inscrições do programa Projovem Trabalhador para o dia 30 de março.

 

A prorrogação visa ampliar a oportunidade dos jovens, com idade entre 18 e 29 anos, de participarem do programa que oferta cursos nas mais diversas áreas, gratuitamente.

 

O Projovem Trabalhador é uma iniciativa do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que é executada em Minas Gerais pela SETE, e vai beneficiar jovens desempregados, com renda de até 1 salário mínimo por integrante da família e que estejam cursando ou que já tenham concluído o ensino fundamental ou médio.

 

 

Os interessados em se prepararem para o mercado de trabalho deverão comparecer a uma unidade do Sistema Nacional de Emprego (Sine), com os originais e cópias do CPF, número do PIS, carteira de identidade, título de eleitor, carteira de trabalho, foto 3×4 e comprovantes de escolaridade, residência e de serviço militar, no caso dos homens.

 

Nos municípios que não possuem unidade do Sine, os interessados deverão ligar nos números 31 – 3916 9025 ou 3916 9076, das 8h às 17h.

Sobre os municípios e cursos

 


O Projovem Trabalhador abrange 88 municípios da área mineira da Sudene.

Os cursos são divididos em 18 arcos ocupacionais: administração; agro extrativista; alimentação; arte e cultura; construção e reparos, que se divide em três; esporte e lazer; gestão pública e terceiro setor; madeira e móveis; metalmecânica; pesca e piscicultura; saúde; serviços domiciliares; serviços pessoais, telemática; turismo e hospitalidade; e vestuário.

Dentro das 18 áreas, 71 cursos serão ofertados a 486 turmas de 25 a 35 alunos cada.

Inclusão digital, valores humanos, ética e cidadania, educação ambiental, higiene pessoal, noções de direitos trabalhistas, prevenção de acidentes de trabalho e empreendedorismo são alguns dos temas que os 15 mil alunos tomarão conhecimento durante o curso que terá duração de 6 meses e 350 horas/aula

.

Além dos conhecimentos adquiridos no curso gratuito, os educandos que obtiverem frequência de, no mínimo, 75% nas atividades, receberão auxílio financeiro no valor de R$ 600,00 (seiscentos reais), distribuídos em 6 parcelas de R$ 100.