Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Cidades

17/06/2013 - 11:21 - Fonte: Gazeta de Araçuai

Prefeitura de Araçuai ignora crime ambiental e mantém entulho dentro de Córrego

Toneladas de concreto, muita terra e lixo foram jogados por funcionários da secretaria municipal de Obras, dentro do leito do Córrego Calhauzinho próximo à sua desembocadura, no rio Araçuai

Foto: Jornal Gazeta Prefeitura de Araçuai  ignora crime ambiental e mantém entulho dentro de Córrego
Se não houver a retirada, toneladas de resíduos sólidos vão parar no rio Araçuai que abastece a cidade

 

 

A prefeitura municipal de Araçuai (MG) no Vale do Jequitinhonha ignorou a denúncia de crime ambiental e não retirou até o momento, toneladas de entulho e lixo despejadas no Córrego Calhauzinho, afluente do rio Araçuai, que abastece a cidade.

 

 

 

O entulho é o resultado da destruição da histórica praça do Coreto, no centro antigo da cidade. " Se não era para consertar, porque não deixaram do jeito que estava?", disse indignado o lojista Geraldo Magela Rodrigues, 77 anos, e há 50 como comerciante da praça .

 

 

“ Jogaram além das árvores, muito concreto das calçadas, tijolos e terra, retirados da praça”, denunciaram os jovens que utilizam um campinho de várzea, às margens do córrego.

 

 

A recém criada entidade ambiental  -AMARCA- Associação dos Amigos do Rio Araçuai, Córrego Calhauzinho e Afluentes-  pretende interpelar a prefeitura judicialmente, com base na lei 9.605/98  que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente.

 

 

 

O prefeito municipal, Armando Paixão (PT) afirmou que não tinha conhecimento dos fatos e que a responsabilidade pela limpeza urbana é da secretaria municipal de Obras.

 

 

 

Procurado no final da semana passada pela reportagem, o secretário municipal de Obras, Geraldo Silva, disse que não tinha lido a matéria publicada pelo jornal Gazeta  mas  prometeu tomar providências.

 

 

 

“ É um absurdo. Tinham de jogar tudo isso no lugar certo. Agora, quando chegar o período das águas toda esta porcariada vai parar dentro do rio Araçuai”, disse revoltado um morador do bairro Corredor, que fica próximo ao local.

 

 

 

Mais lixo

 

Moradores dos bairros Pedregulho, Corredor e centro da cidade, querem que a prefeitura também limpe as margens do córrego Calhauzinho, na saída da cidade. O local  está servindo de despejo de toneladas de resíduos sólidos, lixo, animais mortos  e muito entulho. O córrego é afluente do rio Araçuai e o lixo está bem próximo de sua desembocadura.

 

 

“ Penso que não é bom para a sáude. Por aqui passa tanta gente, crianças, idosos e os moradores dos bairros. O ideal é a prefeitura retirar tudo e limpar”, pede a aposentada Magnólia Tavares Oliveira, 67 anos. “ Passo por aqui todos os dias. É muito ruim ver  tanta sujeira na entrada e saída da cidade. Tem de chamar todo mundo e buscar uma solução. Do jeito que está não pode ficar.”, diz a aposentada.

 

 

 

O secretário de Obras acusa os carroceiros pela situação “ O problema é antigo. Vamos reunir o pessoal que faz carregamento de entulhos para achar uma saída”, afirma Geraldo Silva.