Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Cidades

16/05/2012 - 11:24 - Fonte: Jornal Gazeta de Araçuai

Chuvas no Vale do Jequitinhonha levam esperança a agricultores castigados pela seca

As chuvas que caíram nos últimos dois dias no Vale do Jequitinhonha amenizam os efeitos da seca mas não resolvem o problema, principalmente da perda da safra.

Foto: Divulgação Chuvas no Vale do Jequitinhonha levam esperança a agricultores castigados pela seca
Apesar dos problemas enfrentados nas estradas rurais, os agricultores estão felizes com as chuvas

Aguardada com expectativa no campo, a chuva que se espalhou  a partir da noite de terça-feira (15/05) pela região do Vale do Jequitinhonha, foi bem recebida por agricultores castigados pela seca.

 

Mas, apesar da previsão de instabilidade para os próximos dias, técnicos atestam que a única esperança é que ela sirva para estancar perdas irreversíveis.

 

Para eles, a chuva vai diminuir efeitos da estiagem de mais de 5 meses, mas é insuficiente para recuperar a safra.

 

Mesmo sendo expressivas, as chuvas que caíram nas noites de segunda e terça-feira ( 14 e 15/05) são insuficientes para recuperar as safras, principalmente de milho e feijão, cujas perdas são imensas e consolidadas.

 

A região do semiárido mineiro- (Vales do Jequitinhonha, Mucuri, Norte e Nordeste de Minas) está sendo castigada por uma das piores secas dos últimos 40 anos.

 

Até a semana passada, 95 municípios desta região já haviam decretado estado de emergência, o que levou o governo do Estado a tomar medidas  urgentes de ajuda humanitária para a população, principalmente rural, que já disputava água com os animais.

 

Em Araçuaí, coração do Médio Vale do Jequitinhonha, a situação também é preocupante com a seca dos rios Piauí e Gravatá, afluentes do rio Araçuaí, um dos principais da bacia do Jequitinhonha.

 

Em alguns lugares do rio já era possível atravessar a pé devido ao seu  pouco volume de água.

 

As chuvas que começaram a cair no inicio da semana leva esperança, principalmente ao pequeno agricultor que neste momento está dependendo de caminhões pipa para abastecer suas cisternas  porém, a preocupação continua com a falta de pasto e a perda das lavouras.