Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Saúde

18/05/2012 - 08:22 - Fonte: MG TV e Blog do Jequi

Enterrada em Minas Novas vítima da gripe suína

Antes de ir para a capital mineira, a menina teria passado por cinco médicos diferentes e nenhum levantou suspeita da doença.

Foto: divulgação Enterrada em Minas Novas vítima da gripe suína
A adolescente faleceu após 27 dias de internação em Belo Horizonte

Enterrado no fim da tarde de ontem, na zona rural de Minas Novas, o corpo da menina que estava internada com gripe A, em Belo Horizonte.

 

Durante o velório, o caixão permaneceu fechado a pedido da funerária.

 

Keila Ferreira Gomes, de 14 anos, morava em Palmital, distrito de Minas Novas.

 

Ela teve o diagnóstico de gripe A confirmado e ficou internada 27 dias em um hospital na capital do estado. 


Mas antes de ser transferida para lá, a menina foi atendida no hospital de Minas Novas. Segundo a família, houve despreparo na descoberta do diagnóstico.


Mas a grande revolta da família não é com o atendimento recebido em Belo Horizonte, e sim, com o atendimento a saúde da adolescente no município de Minas Novas.

 

Antes de ir para a capital mineira, a menina teria passado por cinco médicos diferentes e nenhum levantou suspeita da doença.

 

Procuramos a Secretaria de Saúde do Município, mas ninguém quis gravar entrevista.

 

No hospital Doutor Badaró Júnior, nenhum representante foi encontrado para conversar com a  equipe da Inter TV. Na recepção recebemos o comunicado de que ninguém poderá falar com a gente, mas que caberia a Secretaria de Saúde nos dar uma resposta.


Agora, a família e os amigos de Keila aguardam a apuração da verdadeira causa da morte.

Apesar do diagnóstico de gripe A confirmado, a Secretaria Estadual de Saúde informou que ainda não é possível afirmar que a garota morreu mesmo em consequência da doença. Ninguém da Secretaria de Saúde de Minas Novas quis falar sobre o assunto.