Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Educação

06/05/2012 - 08:20 - Fonte: Estado de Minas

MEC autoriza cursos de medicina em Teófilo Otoni e Diamantina

A UFVJM vai contar com 120 vagas para o curso de medicina, sendo 60 em Diamantina e 60 em Teófilo Otoni

Foto: divulgação MEC autoriza cursos de medicina em Teófilo Otoni e Diamantina
Vista áerea do Campus da Universidade Federal dos Vale do Jequitinhonha e Mucuri, em Teófilo Otoni

Os estudantes que sonham em seguir carreira na Medicina passam a contar com seis novas possibilidades de curso em Minas Gerais, o que significa um total de 460 novas vagas na área.

 

As graduações foram autorizadas nesta terça-feira (05/06) pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, em Brasília. "Nosso esforço é ampliar com qualidade a quantidade de vagas em cursos de Medicina. Não estamos com pressa, queremos fazer bem feito", ponderou o ministro durante o anúncio.



Dois dos novos cursos autorizados pelo Ministério da Educação estão na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

 

Um deles será oferecido em Betim, pela PUC Minas. Um convênio assinado entre a Sociedade Mineira de Cultura – mantenedora da universidade – e a prefeitura prevê a atuação dos futuros médicos em estágios nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) da cidade.

 

O outro curso será em Belo Horizonte, através da Faminas. Cada uma das instituições poderá oferecer a partir do segundo semestre 120 vagas anuais.

Curso de medicina no Vale do Jequitinhonha



As outras 220 vagas em Minas Gerais estão distribuídas entre a Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) e Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL).



Números no país

Ao todo, as universidades públicas federais e instituições particulares de educação superior vão oferecer mais 2.415 vagas em cursos de Medicina a partir do segundo semestre.

 

A expansão contempla todas as regiões do país. Nas instituições superiores do Norte e Nordeste serão abertas 1.365 vagas. 

De acordo com o ministro Mercadante, serão contratados  1.600  professores nas universidades federais, por meio de concurso. O investimento inicial alcançará R$ 399 milhões.

Confira a relação de vagas em Minas:


PUC Minas (Betim) - 120
Faminas (Belo Horizonte) - 120
UFVJM (Diamantina) - 60 
UFVJM (Teófilo Otoni) 60

UFSJ (São João del-Rei) - 40
UNIFAL (Alfenas) - 60