Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Sociedade

18/06/2012 - 09:21 - Fonte: Gazeta de Araçuaí

Papa acusa pedófilos de 'solapar credibilidade da Igreja'

em tom especialmente duro, citando concretamente os casos de pedofilia registrados na Igreja irlandesa, o Papa afirmou que a "gratidão e a alegria da história tão grande de fé" dos irlandeses "se viu recentemente abalada de uma maneira terrível com a revelação dos pecados cometidos por padres

Foto: divulgação Papa acusa pedófilos de 'solapar credibilidade da Igreja'
Declarações do Papa foram feitas durante o 15º Congresso Eucarístico Internacional, concluído em Dublin

O Papa Bento XVI declarou neste domingo, em uma mensagem por ocasião do 15º Congresso Eucarístico Internacional, concluído em Dublin, que os religiosos pedófilos "solapam a credibilidade da mensagem da Igreja", quebrando "de maneira terrível" a fé dos fiéis.

 

Em mensagem em tom especialmente duro, citando concretamente os casos de pedofilia registrados na Igreja irlandesa, o Papa afirmou que a "gratidão e a alegria da história tão grande de fé" dos irlandeses "se viu recentemente abalada de uma maneira terrível com a revelação dos pecados cometidos por padres e pessoas consagradas contra gente sob seus cuidados".

 

"No lugar de lhes mostrar o caminho para Cristo, para Deus, de lhes dar um testemunho de sua bondade, abusaram deles, solapando a credibilidade da mensagem da Igreja".

 

"Como se explica que pessoas que recebem regularmente o corpo de Cristo e confessem seus pecados no sacramento da penitência tenham pecado desta maneira? Isto segue sendo um mistério, mas é certo que seu cristianismo não é alimentado pelo encontro gozoso com Cristo: se tornou uma mera questão de hábito".

 

Investigações realizadas pelo Estado irlandês revelaram diversos casos de abusos sexuais cometidos nas décadas passadas por padres pedófilos neste país majoritariamente católico, assim como tentativas dos líderes da Igreja para tentar ocultá-los.