Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Polícia

20/08/2015 - 20:08 - Fonte: Gazeta de Araçuai

IML identifica corpos de vítimas do acidente na BR-367 em Carbonita

Elas seguiam em um micro ônibus do Cismeje- Consórcio de Saúde do Médio Jequitinhonha, que bateu em outro ônibus em uma reta da BR-367 na manhã desta quarta feira.

Foto: divulgação IML identifica corpos de vítimas do acidente na BR-367 em Carbonita
Somente perícia vai indicar a causa do acidente

Os corpos das duas pessoas mortas em um acidente na BR-367 próximo à Carbonita, no Vale do Jequitinhonha foram  identificados na tarde desta quinta-feira (20) no Instituto Médico Legal (IML) de Diamantina, na mesma região.

 

 

O primeiro a ser identificado foi o Otacilio Amaral Oliveira, 35 anos. Residente no bairro Canoeiros, em Araçuai, ele era casado e vigilante do Fórum da Justiça do Trabalho.

 

A segunda vítima, Maria Esmenia da Cruz Prates, 69 anos, residente em Araçuai,  foi reconhecida pela nora , já que o perito médico não conseguiu a identificação nem pela foto, nem pela impressão digital.
Os corpos deram entrada no IML por volta do meio-dia.

 

 

O acidente ocorreu por volta das 6 horas da manhã. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, dois ônibus se chocaram em uma reta, na altura do km 491, a 80 km de Diamantina.

 

 

As duas vítimas fatais viajavam de Araçuai, para Diamantina, em um micro ônibus do CISMEJE- Consórcio Intermunicipal do Médio Jequitinhonha- Pelo menos 11 pessoas viajavam neste veículo.

 

 

O outro ônibus seguia de São Gonçalo do Paraíso, no sul de Minas, levando cerca de 30 trabalhadores rurais para Chapada do Norte.

 

 

Ambulâncias do SAMU e do Corpo de Bombeiros socorreram as vítimas. Três delas, residentes em Araçuaí foram levadas para o hospital de Carbonita e já foram liberadas durante a tarde. Elas sofreram  pequenas escoriações. O restante das vítimas foram encaminhadas para o Hospital Santa Isabel.

 

 

Três funcionários da prefeitura de Araçuai acompanharam a liberação dos corpos no IML. Eles informaram que o vigilante Otacílio Amaral, seguia de Araçuai para Diamantina, para buscar a mãe que estava internada e havia recebido alta no dia anterior.

 

 

A aposentada Maria Esmenia da Cruz, viajava acompanhada de um filho que está internado com fratura em uma das pernas, mas passa bem. O motorista do ônibus do Cismeje, conhecido por Jackson, está em estado grave.

 

As outras vítimas continuam internadas mas segundo informações, não correm risco de morte.

 

Ambulancias do SAMU e Corpo de Bombeiros socorreram as vítimas. Algumas delas estavam entre as ferragens

 

Otacilio era vigilante do Fórum da Justiça Trabalhista em AraçuaiMaria Esmenia era moradora do distrito de Engenheiro Schnnor, em Araçuai

 

Após a perícia, os corpos foram liberados para sepultamento que deverá ocorrer em Araçuai.

Micro ônibus do Cismeje que transportava pacientes de Araçuai, ficou com parte frontal completamente destruídaFoto de Dindol da Líder.
 

 

Sérgio Vasconcelos

Repórter