Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Cultura

16/11/2015 - 18:10 - Fonte: Gazeta de Araçuai

Encontro Cultural da Comunidade Baú em Araçuai vai destacar Consciência Negra

Encontro acontece na Fazenda Santana, no Distrito de Itira, em Araçuai

Foto: Gazeta de Araçuai/Incra Encontro Cultural da Comunidade Baú em Araçuai vai destacar  Consciência Negra
O encontro vai contar com vasta programação cultural

 

O III Encontro da Consciência Negra da Comunidade Baú em Araçuai vai destacar o dia da Consciência Negra durante encontro cultural que acontece na Fazenda Santana, no distrito de Itira, em Araçuai, no Vale do Jequitinhonha. O encontro será realizado de 21 a 22 de novembro .

 

 

As apresentações culturais e artísticas visam o resgate histórico de luta e resistência do povo negro que ainda hoje enfrenta com garra e coragem o preconceito.

 

 

Estão programadas oficinas com batuque, capoeira, apresentação do Grupo de Dança Afro Bantos do Baú de Diamantina e o lançamento do curta-metragem, “ Comunidade Quilombola Baú.  Também se apresentam os tradicionais Tamborzeiros da Irmandade do Rosário de Araçuai.

 

 

Tamborzeiros da Irmandade do Rosário de Araçuai

 

Pelo menos 350 famílias  fazem parte da Comunidade do Baú na fazenda Santana.

 

Em 2013 o proprietário da área ocupada entrou com um processo de reintegração de posse.

 

 Em 2014, uma equipe de antropólogos do Incra- Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária- deu início ao processo de regularização fundiária; com a realização de um laudo técnico.

 

"O laudo antropológico é uma das peças que compõe o Relatório Técnico de Identificação e Delimitação (RTID). Somam-se a ele o levantamento fundiário; a planta e memorial descritivo; o cadastramento das famílias; o levantamento de sobreposição de áreas; e o parecer conclusivo", afirma o Incra.

 

A questão ainda está sendo julgada pela Justiça.

 

Apoio

 

O III Encontro da Consciência Negra da Comunidade Baú conta com o apoio do Governo de Minas, da UFVJM- Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, INCRA, Federação das Comunidades Quilombolas de MG, da Universidade Federal de Juiz de Fora e do IFNMG

 

Sérgio Vasconcelos

Repórter