Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Sociedade

14/12/2015 - 12:08 - Fonte: Geraizeiros do Cerrado

Geraizeiros ocupam fazenda de Newton Cardoso no Vale do Jequitinhonha

A fazenda pertence à empresa Rio Rancho Agropecuária S/A, do ex Governador de Minas Gerais Newton Cardoso.

Foto: arquivo Geraizeiros ocupam fazenda  de  Newton Cardoso no Vale do Jequitinhonha
O movimento ainda requer que os governos demarquem o território da qual têm direito.
Na madrugada deste sábado (12), por volta das  2 e meia da madrugada, Movimento Geraizeiro Guardião de Cerrado, com cerca de 300 famílias , ocupou a fazenda Cancela, no município de Grão Mogol, no Vale do Jequitinhonha.
 
 
A fazenda pertence à empresa Rio Rancho Agropecuária S/A, do ex Governador de Minas Gerais Newton Cardoso. 
 
 
A fazenda.  segundo os Geraizeiros,  tem um histórico de grilagem de terras devolutas e possui uma escritura falsa de 6.452 hectares, que foi arrendada nos anos 1970 pelo estado de Minas Gerais para plantio de eucalipto e pinos através da Ruralminas e a Florestas Rio Doce S/A. Nela abriga um galpão com laboratório e amostra de minérios pertencente a Mineradora Sul Americana de Metais (SAM).
 
 
De acordo com o movimento, essas empresas  vêm fraudando documentações, como prática de  crimes contra o patrimônio do estado, e ainda violam os direitos humanos. O Geraizeiro denuncia ainda que as empresas não reconhecem as comunidades tradicionais da região onde elas atuam. "Esses Geraizeiros e Quilombolas não aceitam mais essas empresas grileiras de terras dentro do seu território". afirmam as famílias.
 
 
O movimento ainda requer que os governos demarquem o  território da qual têm direito.
 
 
"Queremos que o Ministério Público de Minas Gerais e o Ministério Público Federal apurem os crimes cometidos por essas empresas!". cobram os Geraizeiros.
 
As empresas ainda não divulgaram nota sobre a invasão