Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Esportes

03/07/2017 - 09:52 - Fonte: Com informações do site do JEMG

Atleta de Caraí é ouro no Mundial Escolar de Atletismo disputado na França

O jovem já disputou inúmeras edições dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) e tem uma trajetória de lutas e perseverança

Foto: divulgação Atleta de Caraí é ouro no Mundial Escolar de Atletismo disputado na França
Competição foi realizada em Nancy região de Lorena, na França

A trajetória marcada por muitas dificuldades não foi obstáculo para o jovem Víttor Matheus, natural de Caraí, no Vale do Jequitinhonha, que ganhou duas medalhas no Mundial Escolar de Atletismo disputado em Nancy, na França. O talentoso atleta conquistou, no dia 27 de junho, a medalha de ouro nos 110 metros com barreiras e o bronze no salto em distância, no dia 26.

 

 

 

O jovem já disputou inúmeras edições dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) e tem uma trajetória de lutas e perseverança para chegar aonde chegou. Em 2014, foi o 19º no JEMG, mas o seu grande interesse em vencer obstáculos fez com que ele conquistasse os títulos subsequentes na competição escolar de Minas e caminhasse para os Jogos Escolares da Juventude. Em 2015, foi prata nos 110 metros com barreiras e, no ano seguinte, conquistou o ouro na etapa nacional.

 

 

Para o professor Aurimar de Matos, treinador de Víttor em Caraí, o ouro no mundial foi muito gratificante para todos. “Um orgulho para nós treinadores que fizemos parte dessa trajetória. Ao lado do professor Áquila Daniel, o lançamos no JEMG, que abre portas para o surgimento de grandes atletas”, destacou o professor. “O Víttor sempre foi um aluno disciplinado, perspicaz e com uma vontade de ir bem mais longe. Com essas conquistas ele provou a sua força”, conclui o professor Aurimar, o professor Mazinho, como é conhecido no atletismo.

 

 

Da Escola Estadual de Caraí I para a Escola Estadual Azarias Ribeiro de Lavras, de Lavras para São Paulo e de São Paulo para a França. Uma mudança gradual na carreira esportiva que deu ao aluno-atleta revelado no JEMG um reconhecimento internacional. De Minas para o mundo. A paixão pela barreira o fez um grande vencedor e a ele os nossos parabéns por essa grande conquista. Um talento revelado nos Jogos Escolares e que pouco a pouco vai conquistando espaços em busca do sonho olímpico.