Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Polícia

10/11/2017 - 12:10 - Fonte: G-1/Ministério Público Federal

Justiça Federal indisponibiliza bens do Deputado Federal Leonardo Monteiro

Foi constatado também o repasse de valores ao deputado Leonardo Monteiro, autor das emendas parlamentares que originaram os convênios.

Foto: arquivo Justiça Federal indisponibiliza bens do Deputado Federal Leonardo Monteiro
Leonardo Monteiro é votado nos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Rio Doce

Foi decretado pela Justiça Federal de Governador Valadares, nessa quinta-feira (9), a indisponibilidade de bens e valores do deputado federal Leonardo Monteiro (PT-MG), após pedido do Ministério Publico Federal, que acusa o político de improbabilidade administrativa.

 

De acordo com a denúncia, Leonardo monteiro e mais dois ex prefeitos dos municípios de São José do Divino (MG), e Itabirinha (MG), são acusados de terem cometido irregularidades em processos licitatórios para favorecer a contratação de empresas, relacionados a convênios firmados entre o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação no município de São José do Divino, para a construção de escolas de educação infantil e em outro convênio com o Ministério das cidades para construção de casas populares em Itabirinha. Juntas, as licitações movimentaram mais de R$ 700 mil nas duas cidades.

 

As investigações revelaram graves irregularidades praticadas pelos acusados, em especial em relação aos procedimentos licitatórios realizados para selecionar as empresas que fariam as obras.

 

Foi constatado também o repasse de valores ao deputado Leonardo Monteiro, autor das emendas parlamentares que originaram os convênios.

A reportagem tentou contato com Leonardo Monteiro, mas a assessoria do deputado informou que ele irá se pronunciar nas próximas horas. O deputado mantém assessores em Araçuai, no Vale do Jequitinhonha, que também não foram localizados.

 

Nas prefeituras de São José do Divino e Itabirinha ninguém foi encontrado para comentar o assunto.