Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Polícia

31/07/2018 - 10:03 - Fonte: Gazeta de Araçuai

DNA para confirmar identidade de corpo encontrado em Virgem da Lapa poderá demorar 6 meses

Tudo indica que o corpo seja de um professor da rede de ensino primário do município, que estava afastado do cargo para tratamento de depressão. Ele morava sozinho na casa onde o corpo foi encontrado carbonizado.

Foto: arquivo DNA para confirmar identidade de corpo encontrado em Virgem da Lapa poderá demorar 6 meses
Material para identificar o corpo foi colhido no IML de Teófilo Otoni

 

O exame de DNA para confirmar a identidade de um corpo encontrado carbonizado  dentro de uma casa no bairro Bela Vista  na última sexta-feira (27) em Virgem  da Lapa, no Vale do Jequitinhonha; (MG) poderá demorar até 6 meses ou mais. A informação são dos técnicos do IML de Teófilo Otoni; no Vale do Mucuri.

 

Tudo indica que o corpo seja do professor Silvano de Oliveira Jardim; de 42 anos,  que segundo informações prestadas por um irmão que esteve no IML,  estava sofrendo depressão e passando por tratamento. “ De acordo com o irmão, ele falava sempre em suicídio”; informou o técnico administrativo do IML  Amilton Ferreira. " Ele reconheceu o corpo pelas vestes e características do professor", afirmou o técnico.

 

 Ainda segundo ele, o corpo foi liberado para sepultamento mas a delegada de Teófilo Otoni;  Verônica Zimmerer,  não autorizou a expedição da Certidão de óbito. “ Ela pediu que fosse colhido material de mais um parente da vítima. Pode ser de dois irmãos ou dos pais. Estamos aguardando a vinda de um outro irmão do professor”; disse Amilton Ferreira.

 

Após este procedimento, o material será encaminhado para um Laboratório de Biologia em Belo Horizonte. “ Em dezembro do ano passado enviamos material de um outro corpo e até hoje não foi liberado o resultado”, lembrou Ferreira.

 

 

O professor morava sozinho em uma casa do bairro Bela Vista. Corpo foi encontrado no quarto dele .

 

 De acordo com moradores da cidade, o professor era homossexual e dependente de álcool. “ Ele tinha seus problemas mas era uma pessoa querida”; afirmaram

 

Silvano de Oliveira era professor do ensino primário da rede pública estadual mas estava afastado do cargo para tratamento.

 

O sepultamento ocorreu no cemitério municipal da cidade no sábado (28).

 

Gazeta de Araçuai