Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Polícia

05/09/2018 - 19:14 - Fonte: EM

Suspeito de atirar contra festa de deputado se apresenta, mas se recusa a falar

Estudante de Direito, ele é filho de uma ex-prefeita de um município do Vale do Jequitinhonha.

Foto: arquivo Suspeito de atirar contra festa de deputado se apresenta, mas se recusa a falar
Paulo César Gonçalves Filho ( camisa azul ) se manteve calado.

O homem de 28 anos identificado como suspeito de disparar tiros de chumbinho contra uma festa organizada pelo deputado estadual Alencar da Silveira Jr. (PDT/MG) no Bairro Lourdes, na Região Centro-Sul da capital mineira, se apresentou à Polícia Civil na tarde desta quarta-feira. O caso ocorreu em 26 de agosto e quatro pessoas foram feridas.
 

De acordo com a corporação, Paulo César Gonçalves foi intimado e compareceu a 2ª Delegacia da Polícia Civil, no Centro da capital mineira, por volta das 14h. Entretanto, ele se manteve calado e só falará em juízo.



Ele é morador de um prédio vizinho e estaria incomodado com o barulho da festa. O prédio de onde os tiros partiram é o mesmo do prefeito de BH, Alexandre Kalil (PHS).

 

No dia do fato, a Polícia Militar (PM), no boletim de ocorrência lavrado, já suspeitava que os projéteis teriam partido do imóvel. O suspeito é filho de uma ex-política influente no Vale do Jequitinhonha, ostenta armas de fogo em suas redes sociais e é estudante de Direito. Para ferir os vizinhos, ele usou uma espingarda de chumbinho, com auxílio de uma mira telescópica. 



O sobrinho de Alencar é ficou em estado mais crítico e a A mulher do deputado foi ferida de raspão. Ela foi atingida na perna e só percebeu dias depois do fato, quando identificou uma dormência na perna e encontrou o estilhaço