Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Saúde

17/09/2018 - 11:17 - Fonte: Gazeta de Araçuai

Descaso da prefeitura no transporte de pacientes revolta Araçuai

Acidentes com ônibus utilizados pela Secretaria Municipal de Saúde para transportar pacientes e seus acompanhantes para tratamento fora do município; já provocaram a morte de 9 pessoas.

Foto: Reprodução/WhatsApp) Descaso da prefeitura no transporte de pacientes revolta Araçuai
Na noite deste domingo, um ônibus da empresa LBS Turismo; de Itaobim, que transportava pacientes de Araçuai, quebrou roda durante viagem.

 

Aconteceu de novo. Um ônibus alugado pela prefeitura de Araçuai, no Vale do Jequitinhonha, para transportar pacientes do município para tratamento em Belo Horizonte; quebrou o eixo de uma das rodas na BR-367, próximo à Ijicatú a  cerca de 82 km de Araçuai, na noite deste domingo (16). Ninguém ficou ferido. É o terceiro acidente com ônibus da Saúde em menos de um mês.

 

O ônibus; da empresa LBS Turismo, de Itaobim, transportava 34 passageiros; entre pacientes e acompanhantes. Ele saiu no final da tarde de Araçuai. O acidente ocorreu por volta das 20h.

 

No momento do acidente, chovia muito na região. Uma mulher que pediu para não ser identificada, contou que os passageiros ficaram por quase seis horas na estrada, esperando que a prefeitura enviasse outro ônibus. " Muitos entraram em pânico. Tinha crianças, idosos, deficientes. Isso é um total descaso da prefeitura e ninguém faz nada. É muito sofrimento", contou a mulher que acompanhava a mãe para tratamento contra o câncer em Belo Horizonte. " Em vez de comprar ônibus novos, ficam alugando veículos sem a devida segurança", lamentou.

 

 

 

Críticas à administração municipal pipocaram pelas redes sociais.

 

Pelas redes sociais, internautas  e usuários do SUS- Sistema Único de Saúde-criticaram o descaso da administração municipal que tem à frente dois médicos: o prefeito, Armando Paixão (PT) e a vice; a pediatra Rita Capdeville que responde pela secretaria municipal de Saúde. Muitos lamentaram o fato da  prefeitura ter destinado R$ 250 mil para uma empresa particular realizar a micareta da cidade que acontece neste final de semana em Araçuai e a falta de  investimento na melhoria dos veículos usados para transporte de pacientes.

 

A secretária da Saúde e vice-prefeita Rita Capdeville, não foi localizada para falar sobre o assunto. A assessoria de Comunicação da prefeitura também não se manifestou.

 

Indagada sobre os acidentes; a ex-secretária de Saúde, Zuzu Loredo Rocha, coordenadora do CISMEJE- Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Jequitinhonha- disse que não sabia do ocorrido e que não era obrigada a se informar sobre notícias ruins.

 

 

Sobre os acidentes, a coordenadora do Consórcio de Saúde do Médio Jequitinhonha, Zuzu Loredo, disse que não era obrigada a saber sobre notícias ruins.

 

Era outra vez 

 

Micro-ônibus da prefeitura de Araçuai, soltou a roda quando levava pacientes para tratamento em Diamantina.

No último dia 16 de agosto, um micro-ônibus  da prefeitura que levava cerca de 16 passageiros para Diamantina, soltou uma das rodas dianteiras, na BR-367. Ninguém ficou ferido. 

 

Acidente na BR-281 provocou a morte de 5 pessoas, após ônibus perder freio e tombar.

 

Onze dias depois, na manhã de 27 de agosto; um ônibus da Empresa Diogo Turismo, de Itinga, perdeu os freios em uma descida na BR-381 e se chocou com um veículo de passeios. Cinco passageiros morreram; entre eles, quatro mulheres. O ônibus havia sido fretado pela prefeitura de Araçuai e transportava 45 pacientes para tratamento na capital mineira. Além das vítimas fatais, 16 pessoas ficaram feridas e foram transferidas para hospitais de João Monlevade e de São Gonçalo.

 

Em  20 de agosto de 2015,  quatro pessoas morreram e 26 ficaram feridas em uma batida entre dois ônibus no km 491 da BR-367 a cerca de 80 km de Diamantina. Um dos ônibus envolvidos era do Cismeje- Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Vale do Jequitinhonha- que  transportava pacientes que sairam de Araçuai,  para tratamento em Diamantina.

 

Há 20 dias, o prefeito de Araçuai, Armando Paixão (PT) informou que o fretamento dos ônibus são feitos porque os dois veículos da prefeitura disponibilizados para a Saúde; estão estragados a espera de reposição de peças e que uma licitação já havia sido realizada para solucionar o problema.

 

 

 

Sérgio Vasconcelos

Repórter