Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Política

11/10/2018 - 09:16 - Fonte: HD

Anastasia reitera aversão ao PT e libera lideranças para apoios à disputa nacional

A disputa pelo governo do Estado será definida no dia 28 deste mês, em segundo turno

Foto: divulgação Anastasia reitera aversão ao PT e libera lideranças para apoios à disputa nacional
Senador disputa o governo de Minas com o empresário Romeu Zema

O candidato ao governo estadual em segundo turno pelo PSDB, Antonio Anastasia, afirmou, nesta quarta-feira (10), que mantém "posição firme e contrária" ao Partido dos Trabalhadores (PT) nas eleições presidenciais deste ano. Anastasia concorre com Romeu Zema (Novo) à cadeira máxima do executivo mineiro. 

 

Em nota, Anastasia afirma que decidiu reafirmar sua posição após a liberação do PSDB para que os diretórios estaduais decidam se apoiarão algum candidato. No texto, o candidato diz que, independentemente de quem for eleito, terá uma relação "institucional e respeitosa" com o próximo presidente. 

 

No entanto, afirmou que reiteira sua "firme posição política contrária ao PT, por causa dos males causados pelos governos petistas no Brasil e em Minas Gerais". 

 

Segundo ele, as lideranças que o apoiam na corrida estadual terão "toda liberdade em manifestar suas posições". "Meu voto pessoal será mantido reservado", finalizou.

 

Eleições 2018

 

A disputa pelo governo do Estado será definida no dia 28 deste mês, em segundo turno. Romeu Zema, candidato com 42,73% dos votos válidos em primeiro turno, concorrerá com Anastasia, que recebeu 23,12%. 

 

Leia mais:


Zema reafirma que não rejeitaria apoio do PT e recua em relação à população carcerária
Zema e Anastasia têm propostas distintas para solucionar problemas em Minas