Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Cultura

21/10/2018 - 15:24 - Fonte: Gazeta de Araçuai

Tradicional festa do Rosário celebra a cultura negra e popular de Araçuai

Irmandade dos Homens Pretos mantém viva uma tradição de quase 150 anos.

Foto: Gazeta de Araçuai Tradicional festa do Rosário celebra a cultura negra e popular de Araçuai
Casal real é saudado na porta da Igreja

 

 

Moradores, turistas e fiéis se reuniram neste domingo (21)em Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha,(MG)  para manter viva uma tradição de quase 150 anos. Mais que um evento religioso, a Festa do Rosário é a celebração de duas culturas que encontraram a harmonia por meio da música, da dança, das cores e da fé.

 

 

Fiéis lotaram a Igreja do Rosário neste domingo (21)

 

A tradicional Festa comemora neste ano os 104 anos de reconhecimento da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos como templo católico agregando diversas atividades populares transformando o Alto do Rosário em um importante espaço de interação sociocultural.

 

De origem católica, a devoção a Nossa Senhora do Rosário ganhou força no Brasil com os rituais e simbologias africanos, personificados nas congadas. Em Araçuaí, a festa é uma das manifestações mais antigas da cidade e preserva a identidade negra do município.

 

Irmandade

 

 

Eles são pedreiros, donas de casa, comerciantes, gente simples do povo que no dia da festa se transformam em membros da Corte. Vestidos a caráter, Rei e Rainha são conduzidos pelos Tamborzeiros do Rosário. Durante o trajeto, o casal é acompanhado de perto pelas juízas, caixeiros, moças e capitães. Eles são tratados com muita honra e respeito.

 

 

Rei e Rainha recebem a saudação da espada e do pontão.

 

Quando o cortejo chega à secular igreja do Rosário,  e também na saída, o casal recebe as saudações oficiais realizadas pelos alferes da espada, da bandeira, e do pontão.

 

A missa festiva é o ponto alto da festa. Este ano, a cerimônia foi presidida pelo Padre Júlio

 

Igreja do Rosário de Araçuai foi construída pelos escravos e este ano, está completando 148 anos.

 

A Igreja do Rosário dos Homens Pretos;  é o único patrimônio material construído por negros escravizados no século XVIII de pé na região de Araçuai. A construção é uma evidência da arquitetura colonial mineira e da cultura afro-brasileira que resiste até nossos dias por meio de ações culturais como a Festa do Rosário dos Homens Pretos.

 

A Festa se inicia  no final de outubro com o levantamento do mastro e tem o seu ponto alto no dia 21 com a tradicional coroação dos “reis de festa” que este ano foram os irmãos Pedro Wilson Almeida Pereira e Maria Betânia almeida Pereira. 

 

É um momento de devoção e de alegria. A festa reúne centenas de pessoas vindas dos mais diferentes lugares para saudar a Virgem do Rosário. A celebração ocorre desde o século XVIII.

 

Os festejos terminam com a retirada do mastro pelos membros da irmandade e pela devolução da imagem da santa, que segue em procissão da  igreja Matriz  para a Igreja do Rosário. A cerimônia ocorre nesta sexta-feira (26)

 

Sérgio Vasconcelos

Repórter

.