Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Polícia

05/01/2019 - 10:15 - Fonte: Gazeta de Araçuai

Homem morre após cair em poço de lavra em Coronel Murta

O acidente foi presenciado por um garoto de 12 anos, filho da vítima.

Foto: arquivo Homem morre após cair em poço de lavra em Coronel Murta
O acidente ocorreu em uma lavra conhecida por Catra Rica, a 1 km da Barra do Salinas, distrito de Coronel Murta.

 

Um homem de 41 anos; identificado como Rafael Hermano Sousa Batista, morreu no final da manhã desse sábado (5) após cair em um poço de cerca de 200 metros de profundidade; aberto para exploração de turmalinas, em uma lavra de Barra do Salinas, distrito de Coronel Murta, no Vale do Jequitinhonha(MG).

 

O acidente foi presenciado por um garoto de 12 anos, filho da vítima. A ocorrência foi  atendida por uma guarnição composta por três militares do Corpo de Bombeiros de Almenara, na mesma região.

 

Segundo o Cabo Marcos Augusto, o acidente ocorreu após o homem despencar de uma escada de madeira que dava acesso ao poço. “ A escada não suportou o peso da vítima, de 180 quilos e 1.95 de altura”, disse o policial. Um perito da Polícia Civil de Pedra Azul compareceu ao local e o corpo foi liberado para sepultamento em Belo Horizonte, onde o homem residia.

 

Extração da turmalina é feita através da escavação de túneis profundos.

 

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, o resgate da vítima foi bastante difícil. “ Tivemos que descer pelo menos mil metros. O local tem iluminação precária e o túnel cabe apenas uma pessoa. O corpo da vítima estava parcialmente submerso na água e foi preciso amarrá-lo para ser içado até uma galeria”; contou o policial.

 

Pelo menos 60 pessoas, entre sócios e familiares da vítima, e garimpeiros, acompanharam a operação que teve início por volta do meio-dia e durou mais de 2 horas. Eles contaram que o homem havia arrendado a lavra há pouco tempo, após a mesma ter sido desativada. “ Ele estava inspecionando a lavra para reativá-la”, informou os policiais.

 

Distrito de Barra do Salinas.

No local, conhecido por Catra Rica, a cerca de 22 km da sede do município, existem  centenas de garimpeiros, a maioria residente no distrito da Barra do Salinas. Muitos deles trabalham na extração do caulim minério utilizado na fabricação de papel, cerâmica, tintas,e do comércio de pedras semipreciosas; extraídas do local. Por décadas  a área foi explorada pela Halba Mineração.

 

 

Sérgio Vasconcelos

Repórter