Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Polícia

07/01/2018 - 10:13 - Fonte: Gazeta de Araçuai

Vigia que matou a ex e feriu a irmã e a mãe dela, em Virgem da Lapa;fugiu com ajuda do irmão

Ambos estão foragidos. O corpo da mulher foi sepultado na noite desse domingo (6) no cemitério da cidade. A mãe e a irmã dela permanecem internadas.

Foto: divulgação Vigia que matou a ex e feriu a irmã e a mãe dela, em Virgem da Lapa;fugiu com ajuda do irmão
A técnica de enfermagem Mayara Rocha estava separada do ex-companheiro desde outubro de 2018

 

 

O vigilante Adriano Cardoso dos Santos, de 38 anos, que matou a tiros a ex-companheira e feriu a mãe e a irmã dela,  na tarde de sábado (5) em Virgem da Lapa (MG), contou com a ajuda de um irmão de 33 anos para fugir após o crime. De acordo com a PM; o irmão do vigilante, que é lavrador,  ficou dentro de um véiculo Gol azul, aguardando a saída do irmão. Ambos estão foragidos. 

 

A informação é da Polícia Militar.

 

A técnica de enfermagem Mayara Aparecida Silva de Souza Rocha; de 25 anos e o ex-companheiro; estavam separados desde o mês de outubro do ano passado; mas ele não aceitava o fim do relacionamento. De acordo com informações da polícia, o homem era agressivo e Mayara já havia registrado várias queixas contra ele mas não havia solicitado medida protetiva.

 

 Na tarde deste sábado (5), segundo as testemunhas,  Adriano foi à casa da ex-companheira no bairro Novo Horizonte, para apanhar o filho de um ano do casal, para cortar o cabelo. A mulher se recusou a entregar a criança e Adriano foi embora fazendo ameaças; dizendo “ o que é bom para você está guardado”.

 

Horas depois, ele retornou armado com um revólver e uma faca. Mayara Aparecida que também era manicure, fazia as unhas de uma cliente, quando o homem invadiu a casa e atirou nas costas dela. A mãe, de 41 anos, e a irmã, de 22, tentaram intervir, mas também foram baleadas e esfaqueadas. A mãe foi baleada nas costas e também ferida a facadas. A irmã de Mayara foi baleada no pescoço e esfaqueada.

 

O filho do casal, que completou um ao no último dia 3 estava com uma babá e não presenciou o crime.

 

Equipes de socorros foram acionados e encaminharam às vítimas ao hospital da cidade, mas Mayara Aparecida não resistiu e morreu na unidade. O corpo dela foi sepultado  na noite desse domingo (6) no cemitério municipal de Virgem da Lapa.

 

A irmã e a mãe foram levadas para o hospital de Araçuaí, mas precisaram ser transferidas para Diamantina devido às gravidades das lesões. O estado de saúde delas não foi divulgado.

 

 

Gazeta de Araçuai

FORAGIDO

 

Polícia divulgou cartaz com foto de Adriano que ainda não foi preso.