Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Polícia

29/04/2019 - 15:04 - Fonte: Gazeta de Araçuai

Após sobreviver a dois atentados cabeleireiro é morto a tiros em Araçuai

A policia acredita em vingança.

Foto: redes sociais Após sobreviver a dois atentados cabeleireiro é morto a tiros em Araçuai
O cabeleireiro foi morto no interior do salão onde trabalhava, em Araçuai

 

A morte de Hamilton Chaves Santos, conhecido por Sinhô Cabeleireiro” de 48 anos, já estava anunciada para as autoridades policiais de Araçuai, no Vale do Jequitinhonha (MG).  Ele já tinha sofrido  duas tentativas de homicídio. A última,  há pouco mais de 2 meses,  no dia  3  de fevereiro, quando   seguia de moto com um amigo, para uma comunidade rural. Ao descer do veículo para abrir uma porteira, ele foi surpreendido, por disparos vindos de um matagal. O cabeleireiro  foi alvejado na região da virilha e o amigo, em uma das pernas.  Ainda segundo a ocorrência, foram disparados tiros de espingarda e de revólver. Os dois homens escaparam mas nenhum suspeito foi preso.

 

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar os crimes, mas não agiu a tempo de impedir que o cabeleireiro fosse morto, no final da manhã desta segunda-feira (29) dentro do local de trabalho dele-  um pequeno salão, na região do Alto do Mercado, onde ele atendia uma clientela basicamente masculina.

 

Um revólver enrolado em um pano, foi encontrado debaixo de um dos braços do cabeleireiro.

 

Amigos do cabeleireiro  que pediram para não serem identificados, informaram que ele era  agressivo e colecionava desafetos e por isso estava jurado de morte. 

 

A polícia ainda não divulgou detalhes do crime que tem autoria e motivação desconhecidas. Testemunhas disseram ter ouvido pelo menos 6 disparos. O cabeleireiro morreu no local. A área foi isolada para aguardar a perícia técnica. O cabeleireiro era casado. Ele deixa esposa e um casal de filhos.

 

Gazeta de Araçuai