Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Economia

15/04/2019 - 18:29 - Fonte: CREA

Fruticultura no Vale do Jequitinhonha será alvo de fiscalização do CREA

O objetivo é verificar se os serviços técnicos do setor estão sendo exercidos por profissionais habilitados.A fiscalização será realizada nas cidades de Almenara, Jequitinhonha, Joaíma, Itaobim, Ponto dos Volantes, Itinga e Araçuaí

Foto: arquivo Fruticultura no Vale do Jequitinhonha será alvo de fiscalização do CREA
Um dos alvos da fiscalização será o plantio de banana que representa importante segmento econômico da região.

 

 

O segmento de fruticultura, especialmente a cultura de bananas (bananicultura), da região do Vale do Jequitinhonha, será fiscalizado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) entre os dias 20 a 24 de maio.

 

A Fiscalização Regional Dirigida (FRD) será realizada nas cidades de Almenara, Jequitinhonha, Joaíma, Itaobim, Ponto dos Volantes, Itinga e Araçuaí. O objetivo é verificar se os serviços técnicos da engenharia na área do agronegócio estão sendo exercidos por profissionais habilitados.

 

 

Os empreendedores da região receberam um ofício com informações sobre as normas e critérios adotados pelo Conselho. 

 

Segundo o supervisor de Fiscalização do Agronegócio, engenheiro agrônomo Emílio Mouchrek, um dos principais objetivos da fiscalização é proteger a sociedade dos serviços de pessoas não habilitadas no exercício das atividades técnicas. “Vamos verificar a regularidade nas atividades das profissões ligadas ao Conselho, constatando se há responsável técnico por meio do registro das empresas, bem como da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART)”, detalha Mouchrek. 

 

 

 “A fiscalização do Crea-MG verifica o exercício da engenharia com o objetivo de coibir a prática de atividades técnicas por leigos, proporcionando à sociedade segurança na prestação dos serviços”, explica o gerente de Fiscalização do Conselho, engenheiro eletricista Nicolau Neder.