Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Polícia

28/05/2019 - 14:00 - Fonte: Gazeta de Araçuai

Jovem que matou adolescente em Itinga se entrega à policia

Ele já estava com mandado de prisão preventiva decretada pela Justiça e sendo monitorado por investigadores

Foto: divulgaçao Jovem que matou adolescente em Itinga se entrega à policia
Após ser ouvido pelo delegado Cristiano Castellucci, o acusado foi levado à prisão
 
Ao perceber que o cerco estava se fechando e que poderia ser preso a qualquer momento, Leandro Rodrigues  Alves, de 22 anos, acompanhado de um advogado, se entregou à policia  civil, em Araçuai, no Vale do Jequitinhonha,  no final da tarde dessa segunda-feira (27) Ele é acusado de ter matado a golpes de faca, Vanessa Santos de Carvalho, de 17 anos, na  noite do último 18 de maio, em uma rua escura da cidade de Itinga. Os dois viviam juntos em São Paulo  mas,  cansada do comportamento agressivo do companheiro, a garota decidiu retornar para a casa  dos pais, em Taquaral de Minas, distrito de Itinga. Inconformado com o fim do relacionamento, Leandro Rodrigues saiu de São Paulo e procurou a ex-companheira mas ela se negou a voltar a viver com ele.
 
 
 
 
Vanessa Santos, de 17 anos, morou com o namorado por cerca de 1 ano em São Paulo
 
 
Por volta da meia-noite de sábado(18) ele a levou para um local ermo, onde após uma discussão ele desferiu vários golpes de faca na adolescente que morreu no local. O crime chocou a cidade. Os golpes foram tão profundos e violentos que a menina , por pouco, não teve o pescoço degolado.
 
 
Após o crime, ele fugiu para as margens do rio Jequitinhonha e depois para a casa de familiares na zona rural do município. " Por duas vezes uma equipe de investigadores esteve no local mas ele conseguiu escapar", informou o delegado Cristiano Castellucci, que acompanha o caso. 
 
 
O delegado disse que Leandro deu a versão dele para o crime, mas caiu em muitas contradições. " Ele falou que não premeditou o crime, mas não conseguiu explicar por que estava armado com uma faca e por que levou a vítima para um local ermo e escuro", destacou o delegado.
 
 
 
Leandro não aceitava o fim do relacionamento e decidiu matar a ex-companheira.
 
Após ser ouvido, Leandro Rodrigues foi levado ainda durante a noite, para o presídio Carlos Vitoriano, onde ficará á disposição da Justiça.
 
Sérgio Vasconcelos
Repórter