Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Política

31/05/2019 - 12:42 - Fonte: Gazeta de Araçuai

Municípios do Vale criam consórcio para ter acesso a recursos

Para que o consórcio seja efetivado é necessário aprovação das Câmaras Municipais dos respectivos municípios participantes.

Foto: Gazeta de Araçuai Municípios do Vale criam consórcio para ter acesso a recursos
Formalização do consórcio foi realizada em Virgem da Lapa
Os municípios de Virgem da Lapa, José Gonçalves de Minas e Padre Paraíso,  no Vale do Jequitinhonha(MG), criaram um consórcio que prevê uma série de serviços e projetos que poderão ser compartilhados entre as cidades em diversas áreas. O consórcio pretende  buscar recursos federais para viabilizar o projeto e  também recursos de emenda da bancada federal.
 
 
 
Prefeito de Virgem da Lapa, Diógenes Timo, assina adesão ao consórcio.
 
 
A formação do CID-RIO- Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento e Fomento das Bacias do Rio Jequitinhonha, Rio Pardo, Rio Mucuri e Ajcacências - foi   oficializada  na prefeitura de Virgem da Lapa (MG) no  último dia 26, com a presença dos prefeitos que o compõem.
 
 
Advogado e diretor da DSA Consultoria, presidiu a reunião.
 
 
 
O advogado e diretor  da DSA Consultoria,  David Sena Aguilar, presidiu a reunião e explicou  todo o funcionamento da entidade . Ele mostrou a importância do consórcio como meio eficiente para o alcance de  metas prioritárias para  fomentar o desenvolvimento regional através de mecanismos de geração de emprego e renda, favorecendo a atração de investimentos nacionais e internacionais.
 
" Estamos formando o consórcio inicialmente com três municípios, mas, certamente, outros municípios poderão aderir", explicou Sena Aguilar.
 
Deputado federal Igor Timo, filho do Vale do Jequitinhonha
 
 
Para o deputado federal Igor Timo, entusiasta  e incentivador do projeto,  entre os objetivos do consórcio,  estão ainda,   intermediar as relações entre governo e a iniciativa privada, minimizando os entraves burocráticos que impedem o desenvolvimento regional. Ele se comprometeu a canalizar recursos para o consórcio, através de emendas parlamentares.
 
 
 
 O consórcio deverá ainda  auxiliar o setor público e privado no diagnóstico de problemas setoriais, na elaboração de projetos, e no monitoramento da aplicação dos recursos no combate à seca e a desigualdade social. A Elaboração de um Plano Diretor Integrado, voltado ao desenvolvimento das potencialidades regionais e da implementação de plano de negócios para fortalecimento da região, está previsto pelo consórcio mediante a celebração de convênios ou contrato .
 
 
Dentro do Plano Diretor, está a valorização da atividade mineral e do turismo, fortalecimento da agricultura familiar,implantar a exploração de energia solar na região, visando contribuir para as melhorias das condições socioeconômicas da população local.
 
 
 
 
 
 Para cumprimento da finalidade e objetivos, o CID-RIOS poderá  firmar convênios, contratos, contrato de programa, contrato de rateio, termos de parceria, contrato de gestão, acordos de qualquer natureza, receber auxílios, contribuições e subvenções sociais ou econômicas, de outras entidades e órgãos de governo . O próximo passo é a aprovação da criação do Consórcio pelas câmaras municipais dos respectivos municípios participantes.
 
 
 
 
Gazeta de Araçuai