Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Economia

08/07/2019 - 12:29 - Fonte: DC

Banco do Nordeste deve desembolsar R$ 650 milhões em crédito rural

O Banco do Nordeste possui 19 unidades em MG. A entidade financeira atua em 168 municípios distribuídos nas regiões Norte, Vale do Jequitinhonha, Mucuri, e em dois municípios da região Noroeste (Arinos e Formoso).

Foto: arquivo Banco do Nordeste deve desembolsar R$ 650 milhões em crédito rural
BNB possui agência em Araçuai que atende 14 municípios do Médio Vale do Jequitinhonha

 

O Banco do Nordeste do Brasil S.A (BNB) deve desembolsar, pelo menos, R$ 650 milhões em crédito rural através do Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2019/2020 para as áreas de atuação da entidade em Minas Gerais. A previsão está 10% maior que os valores desembolsados na safra anterior.

 

A expectativa de retomada da produção agrícola e pecuária nas regiões Norte, Mucuri e Jequitinhonha, após cinco anos de seca, a maior divulgação dos planos do BNB e a orientação aos produtores são fatores que irão contribuir para o aumento da concessão de crédito.

 

No Estado, o Banco do Nordeste possui 19 unidades. A entidade financeira atua em 168 municípios distribuídos nas regiões Norte, Vale do Jequitinhonha, Mucuri, e em dois municípios da região Noroeste (Arinos e Formoso).

 

De acordo com o superintendente para Minas Gerais e Espírito Santo do BNB, João Nilton Castro Martins, dentro do Plano Safra, para a agricultura e pecuária empresarial, estão previstos o desembolso de R$ 450 milhões.

 

“Nessa modalidade, os recursos são aplicados, principalmente, na produção da pecuária, soja, café, fruticultura, algodão e milho. Já estamos percebendo uma busca maior para a pecuária. Nos últimos cinco anos, a atividade foi muito impactada pela seca. Agora, já estamos percebendo uma recuperação com o clima mais favorável”, explicou Martins.

 

Para a agricultura familiar, a estimativa é desembolsar cerca de R$ 200 milhões. Os recursos do crédito agrícola são destinados, principalmente, para o custeio da produção de leite, hortaliças e milho.