Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Cidades

05/08/2019 - 16:12 - Fonte: DER

Radares começam a operar na 367, entre Diamantina e Couto Magalhães

Os radares foram instalados como dispositivos de alerta e medida preventiva- diz o DEER

Foto: divulgação Radares começam a operar na 367, entre Diamantina e Couto Magalhães
Trechos onde se localizam os equipamentos foram sinalizados com placas indicativas de velocidade máxima permitida

A rodovia MGC-367, entre Diamantina e Couto de Magalhães, no Vale do Jequitinhonha, será monitorada por dois novos radares fixos a partir desta terça-feira (6/8). Os equipamentos foram instalados pelo Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG) nos quilômetros 569 e 570, para garantir a segurança dos usuários que transitam pela via.

 



“Os radares foram  instalados como dispositivos de alerta e medida preventiva para evitar acidentes por causa de excesso de velocidade de motoristas imprudentes, uma vez que se encontram em um trecho com longo declive, curvas sinuosas e intenso tráfego de veículos”, esclarece o diretor de Fiscalização do DEER/MG, Anderson Tavares. 

 



Desde o dia 30 de julho, esses radares estão operando em modo educativo, para alertar os motoristas. A partir desta terça-feira, porém, os veículos que excederem o limite de 40 km/h serão autuados. Os trechos foram sinalizados com placas indicativas de velocidade máxima permitida.

 



O DEER/MG disponibiliza a relação completa dos 448 radares fixos em operação, incluindo a localização e a velocidade máxima permitida, no link: www.deer.mg.gov.br/transportes/localizacao-de-radares

 


 
Fiscalização

 



Em 2018, para coibir os excessos de velocidade e proporcionar segurança para quem transita pelas rodovias mineiras, 749.524.049 veículos foram fiscalizados pelos radares sob a responsabilidade do DEER/MG. Desse total, apenas 766.762 foram autuados, o que representa 0,1% dos veículos fiscalizados.



O DEER/MG alerta que, independentemente do funcionamento dos radares, o respeito aos limites de velocidade, à sinalização e às leis de trânsito é o que garante viagens mais seguras a todos.