Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Cidades

08/10/2019 - 09:25 - Fonte: O Tempo

Morre cardeal dom Serafim Fernandes de Araújo, filho de Minas Novas

Nascido em Minas Novas, no Vale do Jequitinhonha, dom Serafim costumava visitar a região.

Foto: arquivo Morre cardeal dom Serafim Fernandes de Araújo, filho de Minas Novas
Dom Serafim foi arcebispo de Belo Horizonte e reitor da Universidade Católica de MG-PUC

 

O cardeal dom Serafim Fernandes de Araújo, da Arquidiocese de Belo Horizonte, morreu aos 95 anos na manhã desta terça-feira (8). Segundo a instituição, ainda estão sendo definidos os detalhes e o horário dos funerais do arcebispo emérito. 

 

"O arcebispo dom Walmor e os bispos auxiliares, em oração, estão unidos aos familiares, amigos e fiéis para se despedir", comunicou a Arquidiocese em nota publicada há pouco.

 

Despedida e homenagens

 

Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, se despediu do cardeal relembrando sua admiração por dom Serafim e o legado por ele traçado ao longo de mais de meio século de dedicação à comunidade de fé. 

 

Infarto

Há quatro anos, o arcebispo emérito passou seis dias internado no Hospital Madre Teresa, região Oeste da capital. Dom Serafim deu entrada na unidade médica com quadro clínico de síndrome coronária aguda, que evoluiu para infarto do miocárdio. À época, dom Walmor e os bispos auxiliares pediram orações pela recuperação do cardeal.

 

Bispo mais novo do Brasil

Nascido em Minas Novas, no Vale do Jequitinhonha, no dia 13 de agosto de 1924, Dom Serafim Fernandes de Araújo fez seminário em Diamantina. Lá, ele se formou em Humanidades em 1942 e em Filosofia em 1944 (licenciatura em filosofia), sendo escolhido para estudar em Roma, onde fez mestrado em Teologia e Direito Canônico na Pontifícia Universidade Gregoriana.

 

Ordenado bispo em 7 de maio de 1959, aos 34 anos, foi considerado o mais novo bispo do Brasil. Em Belo Horizonte, assumiu cargos de vigário geral, administrador e diretor de Ensino Religioso da Arquidiocese, além de tornar-se professor de Cultura Religiosa e reitor por anos da PUC Minas.

 

Ele assumiu a Arquidiocese de Belo Horizonte no dia 5 de fevereiro de 1986. Foi nomeado cardeal em 18 de janeiro de 1998 e a cerimônia de início de seu percurso foi celebrada no mês seguinte pelo Papa João Paulo II. Tornou-se arcebispo emérito a capital mineira em 2004, quando dom Walmor Oliveira de Azevedo assumiu a Arquidiocese de Belo Horizonte.