Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Cidades

23/10/2019 - 19:20 - Fonte: Gazeta de Araçuai

Degradação do rio Araçuai provoca mais um debate na Câmara em Araçuai

Encontro acontece a partir das 14 horas desta sexta-feira (25) na Câmara de vereadores de Araçuai.

Foto: Bruno LAges Degradação do rio Araçuai provoca mais um debate na Câmara em Araçuai
Rio vem sofrendo degradações em seu leito

 

O alto  nível de degradação que se encontra o rio Araçuai, no Vale do Jequitinhonha (MG) será tema de mais um encontro de autoridades e população  a partir das 14 horas desta sexta-feira (25) na Câmara de vereadores de Araçuai.

 

Estão sendo aguardadas as presenças de representantes do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM) Agência Nacional das Águas (ANA) Copasa e Copanor. Também são aguardados os deputados federais Igor Timo, e Geninho Zuliani, (DEM-SP) relator da comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa o novo marco legal do saneamento básico.

 

O rio Araçuaí, possui extensão de 250 km . Ele nasce na Serra do Gavião em Diamantina, no Alto Vale do Jequitinhonha. Passa por 19 municípios e abastece 23, sendo cerca de 500 mil pessoas na região, que de uma ou outra forma dependem dele  para sobreviver.

 

 Na Comunidade de Itira, em Araçuai, ele se junta ao rio Jequitinhonha que deságua no mar, em Belmonte, na Bahia.

 

 

O Araçuai, também e responsável pela prática das principais atividades econômicas da região, como a agropecuária e a pesca,  além do abastecimento de toda população da cidade.

 

primeiro nu,mero do Jornal GazetA e,m,1997 Ja ALERTAVA

 

 

Há pelo menos 2 décadas, o rio, que é importante  afluente do Jequitinhonha, vem sendo vítima de poluição e degradação, provocados pela ganância humana.

 

O retrato de algumas dessas agressões  pode ser visto através do lançamento de esgoto, desmatamento das matas ciliares, extração de areia e pelo lixo jogado  em  suas margens, como ocorre no município que divide com o rio seu nome e seus detritos.

 

A situação  vem se  agravando com o desaparecimento de muitos córregos da região que são afluentes do Rio Araçuai. Um longo trecho do rio está agora com alto nível de turbidez provocado pela vazão da Barragem do Setúbal, inaugurada em 2010.

 

A Comissão de Assuntos Municipais e Regionalização, da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, promoveu dia  5 de junho, uma audiência pública para debater a grave situação que se encontra orio, e adoção de medidas para sua revitalização.

 

“Já estamos cansados de tantas reuniões, tantos debates, tantas audiências e encontros. Precisamos de ações urgentes, como construção de pequenas barragens nos afluentes do rio  e também no próprio Araçuai que está ameaçado de desaparecer”, desabafou José Celso Leite, o Celsinho, vice-prefeito de Jenipapo de Minas

 

sérgio vasconcelos

repórter