Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Cidades

24/10/2019 - 17:37 - Fonte: Gazeta de Araçuai

Novo delegado descarta criação de regional da Polícia Civil em Araçuai

Bacharel em Direito, o novo delegado de Araçuai, Geovane Klipel foi sabatinado na tarde desta quinta-feira (24) na sede da Ameje- Associação dos Municípios do Médio Jequitinhonha. Ele é casado, tem 32 anos e pai de uma criança de 1 ano.

Foto: divulgação Novo delegado descarta criação de regional da Polícia Civil em Araçuai
Encontro reuniu representantes de entidades da sociedade civil .

 

 

Está descartada a criação de uma Delegacia Regional da Polícia Civil em Araçuai, no Vale do Jequitinhonha.. A informação partiu do novo delegado de Araçuai, Geovane Klipel, que, a convite do CONSEP – Conselho Comunitário de Segurança Pública de Araçuai, se apresentou à imprensa e  à representantes de entidades da sociedade civil local, na tarde desta quinta-feira (24) na sede da AMEJE- Associação dos Municípios do Médio Jequitinhonha.

 

Mesmo considerando justo o pedido da comunidade, o delegado lamentou que no momento, o governo do Estado não deverá contemplar a região com uma nova regional.

 

Cidades do Médio Jequitinhonha, são atendidas pela Regional de Pedra Azul.

 

“ A sociedade está traumatizada com os plantões em Pedra Azul, porque eles acabam deixando a cidade desguarnecida. A nomeação de um delegado para Araçuai já alivia um pouco. ”, destacou o advogado Efraim Rocha, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil -OAB-Seção Araçuai.

 

Ao lado do comandante da Companhia Militar de Araçuai, Major Muniz, o novo delegado de Araçuai, Geovane Klipel  falou sobre questões da segurança em Araçuai.

 

O Major Muniz, Comandante da Companhia Militar de Araçuai lembrou que em casos de prisão, é necessário deslocar viaturas e policiais para Pedra Azul, prejudicando a segurança local.

 

“ O ideal seria um delegado para Araçuai e outro para atender as cidades que compõem a jurisdição mas não há disponibilidades de delegados no Estado”, disse Klipel. que ficará 4 semanas em Araçuai  e outra à disposição do plantão da Regional de Pedra Azul. Ele disse ainda que foram nomeados novos delegados para as cidades de Almenara, Jequitinhonha e Padre Paraíso.

 

 

Novo delegado recebeu as boas vindas de representantes de entidades da sociedade civil de Araçuai.

 

Sabatina

 

 

Durante o encontro que durou cerca de 2 horas e meia, o delegado que tomou posse no cargo na última sexta-feira (18), respondeu perguntas dos convidados a respeito da segurança e o aumento da violência na cidade.

 

Ele relatou   informações sobre a estrutura e ações da Policia Civil na cidade e disse estar satisfeito com a equipe que ele deverá trabalhar.

 

Klipel afirmou que apesar da responsabilidade de responder pelas cidades de Araçuai, Coronel Murta, Virgem da Lapa e Itinga, tem tranquilidade e experiência para assumir o cargo: “a responsabilidade é muito grande, mas nós temos muita confiança e espero  apoio da sociedade local e da Polícia Militar”, 

 

Perguntado sobre como pretende combater a questão  do aumento da violência ligada principalmente ao  tráfico de drogas na cidade,  o delegado afirmou que a busca por criminosos que estão soltos na cidade não vai ter trégua.” Já temos as informações preliminares e mapeamentos. As operações policiais demoram um certo tempo porque elas dependem de estratégias de inteligência. Estamos trocando informações com a Polícia Militar e daremos em breve uma resposta positiva à sociedade”, garantiu.

 

Presente à reunião, prefeito de Araçuai se irritou ao ser questionado sobre o abandono da região da Baixada, centro velho da cidade.

 

O eventual prefeito do município, Armando Paixão (PT) se irritou com a reportagem ao ser cobrado por ações de melhorias na região da Baixada, centro velho da cidade, onde de acordo com a Polícia Militar, são registradas grande parte das ocorrências de violência e tráfico de drogas. Ele culpou medidas do Patrimônio Histórico que impedem principalmente obras de calçamento na área. “ Não sou culpado por aquilo que esta lá. Eu já herdei o problema daquela forma”, disse ele.

 

O presidente do Consep, Carlos Henrique prometeu convocar uma reunião doconselho para discutir a questão.

 

Participaram da reunião representantes da Associação Comercial,  APAC - Associação de Proteção e Assistência aos Condenados , OAB, Rotary, Conselho Tutelar e assessoria do gabinete do deputado Jean Freire (PT).

 

Sérgio Vasconcelos

Repórter