Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Polícia

07/12/2019 - 07:08 - Fonte: Polícia Civil/Gazeta deAraçuai

Preso em Araçuai, homem acusado de dois homicídios na cidade

Um outro homem envolvido nos crimes foi preso dias antes. A polícia acredita que existe um terceiro envolvido no caso.

Foto: Gazeta de Araçuai Preso em Araçuai, homem acusado de dois homicídios na cidade
Os crimes ocorreram em uma casa localizada na principal avenida do bairro Corredor

As Polícias Civil e Militar prenderam um rapaz de 22 anos investigado por um duplo homicídio e uma tentativa de homicídio em Araçuaí (MG). O crime aconteceu em outubro deste ano, no bairro Corredor, e a prisão foi feita nesta quinta-feira (5). 

 

No dia do crime,  três homens armados e encapuzados entraram em uma casa, localizada na principal avenida do bairro e atiraram várias vezes, acertando as vítimas. Assustada, uma criança de oito anos que estava no local e era filho de uma das vítimas se escondeu atrás de um sofá. Um adolescente de 16 anos também foi ferido.

 

As investigações apontam que os criminosos agiram por motivação passional. A Polícia Civil ainda acredita que os delitos tenham relação com o tráfico de drogas,  porque um dos homens assassinados tinha passagem por esse crime.

 

“O investigado foi preso em casa e apreendemos também uma arma escondida dentro de uma cômoda e que pode ter sido usada para cometer crimes. Ele tem passagens por furto, roubo, ameaça e porte de arma. É também suspeito de outro homicídio”,

disse o delegado. O histórico criminal do rapaz começou quando ele ainda era menor de idade.

 

Além da prisão desta quinta, o delegado Geovane Klipel lembrou que outro homem, de 26 anos, também foi detido dias antes, sob suspeita de envolvimento com os crimes. Ele já responde por outro homicídio. Os dois permanecem no Presídio de Araçuaí. A Polícia Civil trabalha para identificar o terceiro envolvido nos crimes.

 

Bruno Martins estava separado da mulher. Ele deixa um casal de filhos menores.

 

Como foram os crimes

 

Eram cerca de 20h30m  do dia 12 de outubro, quando três homens com os rostos encobertos invadiram  a casa, na avenida Clementino Silveira, a principal do bairro Corredor. O ajudante de pedreiro Bruno Martins Pinheiro, de 30 anos, e o primo dele, Cassiano Moreira, de 26, estavam sentados em volta de  uma mesa, no quintal da casa, quando os três encapuzados chegaram atirando. O avó de Bruno,  Geraldo Ferreira dos Santos, de 89 anos, também estava no local. “ Eu conversava com eles, quando os encapuzados entraram pelo portão e chegaram atirando. O Bruno, correu para dentro de casa, eles foram atrás. O Cassiano foi baleado na cabeça e caiu perto de mim . Ele estava com o filho de 2 anos no colo. O menino foi atingido de raspão na perna. Eu não pude fazer nada,” contou o aposentado, ainda muito abalado com a morte do neto.

 

De acordo com a Polícia Militar, Bruno Martins tinha passagens por tráfico de drogas.

 

 

 

 

 

A outra vítima, Cassiano Moreira, não tinha passagens pela polícia. " Era um jovem trabalhador", lembraram os familiares dele.