Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Esportes

13/01/2020 - 15:40 - Fonte: Fala Galo

A grandeza de um clube vai além de títulos, diz filho de Araçuai, sobre o Atlético

O Clube Atlético Mineiro foi fundado em 1907 por Aleixanor Alves Pereira, nascido em Diamantina. Ele era apenas um garoto de 15 anos incompletos quando fez parte dos 22 estudantes-fundadores do Galo, entre eles, estava também Leônidas Fulgêncio, filho de Araçuai que foi jogador do time.

Foto: Gazeta de Araçuai A grandeza de um clube vai além de títulos, diz filho de Araçuai, sobre o Atlético
Artigo de Yasser Pereira foi publicado no site Fala Galo, em parceria com o portal Uai.

 

Atlético é grande, gigante, um dos maiores clubes do mundo, onde jogou grandes jogadores do futebol mundial. E podemos citar aqui Reinaldo, Dadá, Cerezo, Luizinho, Guará, Eder Aleixo, Ronaldinho Gaúcho, entre outros vários e grandes nomes. Passou por aqui também um dos maiores treinadores da história do futebol, e para muitos o maior, o saudoso Telê Santana. Nomes de peso, que já credenciam a grandeza do nosso Atlético.

 

O Clube Atlético Mineiro, fundado em 1908, teve como seu primeiro cofre uma caixinha de remédio. Passaram-se quase 112 anos e, hoje, o Atlético é um clube com diversos patrimônios espalhados pela capital mineira e região metropolitana, incluindo o maior e mais moderno centro de treinamento do futebol brasileiro, além de um estádio que, em breve, começará a ser construído. Mas o maior patrimônio do Atlético é a sua torcida, a MASSA, que é apaixonada e nunca, jamais, abandonará o time.

 

O esporte vai além do seu alto rendimento. Ele é o que é por tudo aquilo que o envolve, pela sua ação transformadora na vida de muitas pessoas, além de toda energização e emoção que ele traz para a vida de um individuo.

 

 

Dia de clássico do Galo no Mineirão.

 

 Logicamente, no futebol profissional existe o aspecto de alcançar a melhor forma, o melhor resultado, o melhor rendimento. Mas não podemos limitar o futebol somente a isso. Senão, transformamos os clubes em meras empresas e torcedores em meros espectadores, como acontece com muitos clubes-empresas que existem por aí. Mas é claro que queremos e torcemos para ver o nosso time ganhar muitos títulos e fazer a alegria dos torcedores. Falo tudo isso como profissional da Educação Física que enxerga no esporte um meio de transformação, mas sem desconsiderar o esporte de alto rendimento.

 

Lembro-me da primeira vez que fui a Belo Horizonte, no ano de 2006. Saindo da minha pequena Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, com apenas 13 anos, acompanhado de meu pai. Foi uma emoção chegar à Grande BH, pois era tudo diferente daquilo que já tinha vivido. Mas o que marcou a minha passagem pela capital mundial do Galo (como diz Milton Neves) foi assistir ao jogo do Atlético no Mineirão lotado, com mais de 50 mil torcedores, em um jogo da Série B contra o Brasiliense. Uma imagem e um momento que não saem da minha cabeça. Ali eu enxergava, sentia e vivia toda a energização que o esporte proporciona. Ali eu percebia a grandeza do Atlético, que mesmo na série B batia recordes de público. Portanto, o escudo, o nome da instituição (Clube Atlético Mineiro), a mascote (Galo) e sua imensa torcida, e sua camisa preta e branca já são suficientes para dizer: o Atlético, o Galo é GIGANTE.

 

 

Yasser Pereira, é residente em Araçuai e apaixonado pela crônica esportiva.

 

Sim, temos títulos!

O Atlético tem sim títulos. E são títulos que não somente ficaram na história do clube, mas na história das competições. A exemplo disso temos a Libertadores de 2013 e a Copa do Brasil de 2014, que foram conquistadas de forma emocionante e na superação.

 

Somos os maiores campeões do Mineiro, primeiro campeão do Brasileirão, bicampeão da Copa Conmebol, campeão da Recopa Sul-Americana, fora os títulos que escaparam por erros de arbitragem.

 

Além disso, o Atlético conquistou títulos que deveriam ser mais valorizados, como a Copa dos Campeões de 1937, título que cantamos no nosso hino, e a Copa dos Campeões do Brasil, de 1978. E sim, somos “Campeões do Gelo”, título conquistado depois de uma excursão pela Europa, em 1950, quando levamos o nome do clube, de Minas e do Brasil pelo mundo. Por isso, cantamos: “Honramos o nome de Minas no cenário esportivo mundial.”

Aqui é GALO! ( Confira abaixo o artigo de Yasser publicado no Fala Galo)

 

https://www.falagalo.com.br/a-grandeza-de-um-clube-vai-alem-de-titulos-mas-sim-o-atletico-tem-titulos/

 

Yasser Pereira

Crônista esportivo