Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Política

14/01/2020 - 12:19 - Fonte: Gazeta de Araçuai

Contador avalia avanços em Virgem da Lapa

Pós- graduado em matemática e estatística pela UFLA-Universidade Federal de Lavras, o contador Jackson Cesário é residente em Virgem da Lapa desde 2005 onde possui um escritório especializado em contabilidade pública.

Foto: arquivo pessoal Contador avalia avanços em Virgem da Lapa
É preciso avançar nas melhorias da qualidade de vida do cidadão- diz contador.

 

 

O Contador Jackson Cesário Costa, 52, faz um balanço do atual quadro sócio politico e econômico de Virgem da Lapa e sugere melhorias nos campos da saúde, educação e infraestrutura do município.

 

Ladeado pela esposa Lucélia Machado, Jackson Cesário recebe o título de cidadão honorário das mãos do vereador Nilson Moreira.

 

Jackson Cesário recebeu em 16 de outubro de 2019 o título de cidadão virgolapense através de proposição do vereador Nilson Moreira.  Nascido em Araçuai em abril de 1967, Jackson tem licenciatura plena em matemática e pós graduação em estatística e matemática pela UFLA- Universidade Federal de Lavras e é também Bacharel em Contabilidade.

 

Membro da Pastoral Familiar, Jackson foi por 7 anos, professor de matemática da Escola Estadual Padre Augusto Horta, em Curvelo, e por 4 anos, assessor parlamentar do deputado federal Virgílio Guimarães (PT).

 

 Em 2005 retornou ao Vale do Jequitinhonha, para atuar na área de Contabilidade, em Virgem da Lapa, onde desde 2006 tem união estável com a assistente social, Lucélia Teixeira Machado. É pai de  Gabriel, 18 anos, Ana Luiza, 14, Anna Júlia, 12, Júlio César, 17 ( enteado ) e Lívia, 16.

 

Com larga experiência em gestão pública, ocupou a secretaria municipal de Administração durante o governo do prefeito Averaldo Martins, o Dim, período em que, segundo ele, houve avanços significativos na qualidade de vida dos moradores. “Avanços  que teve continuidade durante a gestão do prefeito Harley Lopes”, afirmou o contador.

 

 

Como cidadão honorário de Virgem da Lapa, qual avaliação o senhor faz do atual quadro do município?

 

O muncipio passou por um processo de abandono até 2004. Dai em diante teve início uma transformação em diversas áreas de infraestrutura, educação, saúde, assistência social. A inclusão social, pode ser citada como exemplo. Existiam muitas famílias em situação de extrema carência que dependiam de favores da prefeitura. Hoje isso mudou e esperamos que a situação continue a melhorar. As pessoas estão mais conscientes e não precisam ir até ao gabinete do prefeito em busca por  exemplo, de ajuda para compra de medicamentos. Os setores da administração atendem com satisfação as demandas.

 

 

Jackon Cesário e a família agradeceram o carinho da comunidade virgolapense pelo título de cidadania honorária.

 

O que precisa melhorar?

 

Ainda enfrentamos o êxodo, principalmente de jovens, que buscam oportunidades no litoral e no sul de Minas, na colheita do café. Virgem da Lapa tem a vocação de produzir peças de vestuário que são comercializadas no litoral. Creio que o apoio às fabriquetas de roupas e formação de mão de obra,   aliados à projetos que  visem retirar esses pequenos empreendedores da informalidade  geraria mais renda, emprego e oportunidades. O poder público também deve  melhorar sua  participação na construção de iniciativas de enfrentamento e convivência com a seca . A melhoria dos acessos às comunidades rurais devem ser permanentes. As administração precisam manter de forma permanente um programa de recuperação e manutenção das estradas vicinais.

 

 

E nos setores da Educação e da Saúde?

 

Pelo fato de ser professor, tenho um carinho todo especial com a Educação. É um setor de gente cuidando de gente. Vou ser direto:é preciso valorizar mais o professor , instituindo o Plano de Carreira, Cargos e Salários. Até hoje Virgem da Lapa não tem um Plano específico para a categoria conforme prevê a legislação. Uma educação de qualidade em Virgem da Lapa passa necessariamente pela reestruturação da carreira do professor.

 

Na saúde,  houve avanços significativos, principalmente na atenção básica,  mas podemos melhorar  com a formação, valorização  e aperfeiçoamento dos agentes de saúde´, tanto no campo tecnológico quanto no provimento de  recursos materiais necessários ao trabalho desses servidores 

 

.

O senhor falou da atenção básica. Como fica a atenção especializada tendo em vista que a maioria  desses pacientes precisa de tratamento fora do domicílio?

 

O SUS destina poucos recursos para os municípios atenderem essa área. O ideal é investir nos hospitais regionais  que são ações de responsabilidade dos governos estadual e federal. É uma pauta que os prefeitos devem sempre estar cobrando. Para além do transporte dos usuários e das casas de apoio, penso que deve haver uma equipe de regulação para acompanhar os pacientes desde o início do tratamento até a cura.

 

Qual sua sugestão para minimizar as filas de espera?

 

Criar um fundo financeiro, gerido por uma equipe independente do prefeito, para atender o usuário tanto no SUS quanto na rede particular de saúde, em casos de urgência e emergência. Nestes casos, a parceria com os consórcios  é importante. Em Virgem da Lapa há casos de pessoas aguardando atendimento especializado há mais de 6 meses. Isso é um absurdo!!!.

 

O senhor é  pré -candidato?

 

Há mais de 15 anos, faço parte de um grupo político transformador. Se esse grupo entender que eu possa contribuir com o processo de mudança e transformação, estarei á disposição.