Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Polícia

03/02/2020 - 07:29 - Fonte: G-1

Homem é preso em Carbonita após assediar afilhada de 5 anos

. Mãe disse à PM que menina estava abalada e reclamava de dores nas partes íntimas.

Foto: arquivo Homem é preso em Carbonita após assediar afilhada de 5 anos
CArbonita-MG

Um homem de 62 anos, suspeito de abusar sexualmente da afilhada de cinco, foi conduzido pela Polícia Militar à delegacia. O caso foi registrado em Carbonita, mas ele foi encaminhado à Polícia Civil de Capelinha.

 

A PM foi chamada no Hospital São Vicente de Paulo para verificar uma denúncia de um possível estupro de vulnerável. Após conversar com a filha, a mãe a levou até a unidade de saúde e chamou os policiais.

 

No local, a mulher contou que deixou a criança ir até a casa do suspeito, que é padrinho dela. Ela permaneceu por cerca de duas horas no local. Ao retornar, a mãe estranhou o modo como a filha estava e perguntou o que havia acontecido.

 

A menina falou que o homem havia abaixado a roupa dela e tocado em suas partes íntimas. Disse ainda que não queria retornar mais à residência e que não queria ver o padrinho nunca mais.

 

Como a menina afirmava sentir dor nas partes íntimas, foi levada pela mãe ao hospital. Os militares conversaram com o médico que fez o atendimento dela, que confirmou ter ouvido da criança a mesma versão relatada à mãe.

 

Em seguida, os policiais foram até a casa do homem, que é vizinho da criança. Consta no boletim de ocorrências que ele se escondeu em uma mata atrás da casa onde mora, mas depois foi encontrado trancado em um quarto.

 

Ao ser questionado pela PM, o suspeito, que apresentava hálito etílico, apresentou duas versões para os fatos. Inicialmente, falou que a afilhada estava brincando com um celular e foi embora sem dizer nada. Depois, falou que estava brincando com a criança no quarto, mas ela quis ir embora e ele a levou.

 

Sobre o estupro, o homem negou que tivesse abusado da menina e disse que apenas brincava com ela. Ele foi conduzido à delegacia. A ocorrência foi acompanhada pelo Conselho Tutelar.