Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Cidades

30/03/2020 - 21:13 - Fonte: Gazeta de Araçuai

Represa se rompe em Novo Cruzeiro, causa destruição, e PM nega informações

A represa, conhecida como Barragem do Japonês, se rompeu por volta das 17 horas desta segunda-feira (30). Invadiu casas da Comunidade da Saudade e deixou um rastro de destruição. Corpo de Bombeiros de Teófilo Otoni informou que não foi acionado.

Foto: Redes sociais Represa se rompe em Novo Cruzeiro, causa destruição, e PM nega informações
Rompimento da barragem inundou várias casas da comunidade

 

Uma represa  localizada na Comunidade do Córrego da Saudade, na zona rural de Novo Cruzeiro (MG)  conhecida por  barragem do Japonês,  se rompeu no final da tarde desta segunda-feira (30) provocando  enormes danos materiais nas propriedades e casas da localidade. Imagens que circulam pelas redes sociais mostram uma grande quantidade de água e lama invadindo as casas. 

 

O rompimento da barragem ocorreu por volta das 17 horas mas até o momento, nenhuma autoridade do município se pronunciou sobre o assunto.  Moradores disseram que o rompimento foi provocado  por um trator, após o início de obras para expansão da estrutura.


 

 

Rompimento de represa deixou rastro de destruição

 

Apesar da gravidade da situação,  a Polícia Militar de Novo Cruzeiro, evitou falar com  jornalistas  que procuravam informações. “ Não temos nenhuma informação”, afirmou durante a noite o Cabo Romário,. O policial se negou até mesmo a passar o telefone do hospital local. “ Não temos vítimas”, garantiu. No entanto, há familias desabrigadas.

 

Moradores da comunidade da Saudade tiveram seus pertences destruídos pela enxurrada.

O prefeito não foi localizado para falar sobre o assunto. Moradores da localidade foram surpreendidos com a enxurrada de água e lama. " Perdi tudo", disse uma moradora . 

 

A Comunidade da Saudade fica a 6 km do centro da cidade. " Não há risco da população urbana ser atingida", afirmou o Cabo Romário. As águas irão atingir o rio Gravatá que  banha  várias comunidades rurais do município de Araçuai. " Estamos apreensivos porque não sabemos o volume de água que vai chegar. Não há nenhuma informação aqui em nossas comunidades", disse um morador do povoado de Alfredo Graça, banhado pelo rio Gravatá, em Araçuai.

 

 

Peixes da espécie Pintado desceram pela enxurrada.

No meio da tragédia, moradores encontraram tempo para capturar um pintado.

 

Até o momento, não há informações sobre feridos ou desaparecidos. A Polícia Militar de Novo Cruzeiro, através do Cabo Romário, informou que só vai se pronunciar sobre o fato nesta terça-feira (31) quando deverá divulgar dados da tragédia . O Cabo disse ainda que a Polícia Ambiental, que acompanha o caso, não iria se pronunciar. 

 

Sérgio Vasconcelos

Repórter