Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Sociedade

24/08/2020 - 07:54 - Fonte: Luiz Ribeiro/EM

É de Araçuai, o veterano mais antigo da Polícia Militar de MG

Apesar da idade, Sargento Olímpio não tem problemas graves de saúde e leva uma vida tranquila, ao lado de familiares, na cidade de Manga, no interior do estado.

Foto: divulgação É de Araçuai, o veterano mais antigo da Polícia Militar de MG
Seu Olimpio participou das Revoluções de 1930 e 1932

 

 

 

Nesta segunda-feira (24), véspera do Dia do Soldado, foi realizada uma comemoração especial em Manga, no Norte de Minas. O mais velho militar da reserva de Minas Geraiso, o sargento reformado da PM, Olímpio Martins Pires, comemorou 112 anos de vida. 
 
 
Diante do impedimento da realização de eventos presenciais com maior número de pessoas, devido à pandemia de coronavirus, o  sargento Olímpio recebeu uma homenagem especial à distância, prestada pelo alto comando da Policia Militar de Minas Gerais
 
 
A homenagem foi acompanhada ao vivo pelo militar reformado e por seus familiares, por meio de uma live transmitida pelo Instagram  (TV PMMG). O militar reformado foi enaltecido como “herói de guerra”, pois participou da Revolução Constitucionalista de 1932, que tinha como objetivo a derrubada de Getúlio Vargas, após o golpe da Revolução de 1930.
 
 
A live contou com a participação do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Rodrigo Sousa Rodrigues, e do comando do Estado Maior da PMMG, coronel Eduardo Felisberto Alves. Ainda marcaram presença na transmissão o porta-voz, major Flávio Santiago; a  assessora estratégica de comunicação do comando-geral, tenente coronel Gracielle Rodrigues Santos; e outros integrantes do alto comando da corporação.
 
 
O sargento reformado ganhou uma festinha com direito a bolo para comemorar a data
 
“Este é um momento de muita alegria para nós. Que honra! Estou sem palavras para descrever o quanto é satisfatório poder cumprimentar um veterano nosso com 112 anos”, afirmou o coronel Rodrigo. 
 
 
História e medalha de “melhor atirador”
 
 
Olímpio Martins Pires nasceu em Araçuaí, no Vale do Jequtinhonha. Ele ingressou na PMMG na juventude – não existe registro da data, começando a carreira na corporação em Belo Horizonte. 
 
 
Depois, serviu em várias cidades mineiras. Olímpio se recorda de ter trabalhado na sua terra natal, Rio Pardo de Minas (onde se casou), em Montes Claros, São Francisco e em Manga, no Norte do estado. Chegou em Manga na década de 1940, fixando residência na cidade, que fica às margens do Rio São Francisco. 
 
 
Neta do sargento Olímpio, a educadora  Bárbara Daniela Batista dos Santos, de 34 anos, conta que o avô, após ter participado da Revolução de 1932 – “período de muita luta”, recebeu medalha e diploma como “melhor atirador de metralhadora”. 
 
 
“Ao comemorar 112 anos, o meu avô se sente muito feliz. Ele é um ser humano incrível, cheio de histórias e vitalidade”, afirma Bárbara.