Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Polícia

13/10/2020 - 08:55 - Fonte: EM

Cão da raça Chow-Chow ataca e mata criança em Frei Inocêncio

Criança foi morta com mordidas no rosto, pescoço e cabeça. Pai da criança também foi atacado

Foto: ilustrativa Cão da raça Chow-Chow ataca e mata criança em Frei Inocêncio
O cachorro que atacou e matou a criança é de uma raça de origem chinesa e tem aspecto dócil.

Uma criança de 1 ano e cinco meses de idade foi atacada e morta por um cão da raça Chow-Chow na Fazenda Patos, em uma região conhecida como Cachoeira do Paiol, na cidade de Frei Inocêncio (45 quilômetros de Governador Valadares), no Leste de Minas.

 

A Polícia Militar informou que o pai da criança, quando viu o ataque do cão, partiu em defesa da filha, e também foi atacado pelo cachorro, levando várias mordidas.

 

 
O ataque aconteceu no fim da tarde desse domingo (11). Depois de libertada das garras do animal, a menina foi levada ao Hospital Municipal São Geraldo, em Frei Inocêncio.
 
 
A fazenda onde a criança foi atacada fica na região da Cachoeira do Paiol, zona rural de Frei Inocêncio


De acordo com a Polícia Militar, o médico plantonista informou que a menina chegou ao hospital com vida, mas com muitos ferimentos provocados pelas mordidas do cachorro, no rosto, pescoço, cabeça e na nuca. Apesar de todos os esforços do médico e enfermeiras, a menina morreu no hospital.
 
 
O cachorro que atacou e matou a criança é de uma raça de origem chinesa e tem aspecto dócil. E parecia ser dócil, tanto que a criança, segundo o pai contou aos policiais militares que atenderam a ocorrência, tinha o costume de brincar sempre com o cachorro. Disse que comprou o Chow-Chow havia 4 meses. O pai supõe que o cachorro tenha ficado agressivo por causa de um outro cão que apareceu na fazenda e o deixou agitado.
 
 
Apesar de parecer dócil e fofinho por causa da pelagem, a raça Chow-Chow é perigosa. “As raças orientais são agressivas e traiçoeiras. O Chow-Chow, por exemplo, não gosta de crianças”, disse a médica veterinária Paula Saraiva, que atua em Governador Valadares. Paula ficou assustada quando soube o incidente em Frei Inocêncio e alertou aos pais a sempre buscarem informações sobre as raças quando forem comprar um cachorro. “Muitas pessoas compram um cachorro pela aparência dócil, mas é preciso se informar sobre o comportamento das raças”, disse.