Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Saúde

26/05/2021 - 16:56 - Fonte: IFNMG

Estudo do IFNMG-Campus Araçuaí inicia testagem de animais para a covid-19

O projeto também prevê o desenvolvimento de uma plataforma digital para compilação e difusão de dados acerca da covid-19 em animais.

Foto: arquivo Estudo do IFNMG-Campus Araçuaí inicia testagem de animais para a covid-19
Campus IFNMG Araçuai

 

O projeto de pesquisas “DIGITOOL-CORONA, ferramenta digital de apoio ao enfrentamento da Covid-19,  com abordagem epidemiológica em animais domésticos e inter-relações com humanos”, do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG)-Campus Araçuaí, inicia suas atividades de campo.

 

 O objetivo é estudar a circulação de cepas do coronavírus, entre seres humanos e animais domésticos, no sentido de buscar conhecimentos para uma maior proteção dos animais frente ao vírus.

 

Vista parcial do Campus do IFNMG Araçuai

 O projeto de pesquisa, coordenado pelos médicos veterinários Hércules Otacílio e Eliane Macedo, teve recursos liberados  através do Programa de Apoio à Pesquisa (Proape) da Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação do IFNMG. 

 

A pesquisa parte de evidências de que os coronavírus têm como hospedeiros naturais,  morcegos e roedores, mas bovinos, felinos, dromedários e outras espécies podem funcionar como hospedeiros intermediários, e, por seu contato mais próximo com seres humanos, podem veicular o vírus num processo chamado de “spillover”.

 

Os pesquisadores destacam, ainda, que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), animais domésticos não transmitem a covid-19 para os seres humanos, mas estes são capazes de transmiti-la aos animais, de uma forma geral, sem muita gravidade. 

 

Uma equipe multidisciplinar de servidores e alunos do IFNMG e pesquisadores da UFMG está envolvida no projeto. A primeira etapa envolveu revisão de literatura e o treinamento de toda a equipe para a coleta e processamento de material.

 

Dentre as atividades de campo, estão previstas a coleta de material biológico em cães errantes e domiciliados de municípios do Vale do Jequitinhonha e Norte de Minas. Ressalta-se que a coleta segue todos os protocolos de bem-estar animal estabelecidos, com segurança para a equipe, para o animal e para os seus donos, conforme aprovado previamente pela Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) do IFNMG.

 

O projeto também prevê o desenvolvimento de uma plataforma digital para compilação e difusão de dados acerca da covid-19 em animais.