Seu Internet Explorer está desatualizado

Para uma melhor visualização do site, utilize a mais nova versão ou escolha outro navegador.

Notícias » Polícia

28/06/2021 - 11:50 - Fonte: Gazeta de Araçuaí

Serial Killer Lázaro Barbosa está morto.

Na manhã desta segunda-feira (28), Governador de Goiás, Ronaldo Caiado, havia anunciado a prisão do assassino mais procurado do país.

Foto: divulgação Serial Killer Lázaro Barbosa está morto.
Video mostra Lázaro Barbosa sendo carregado por policiais e sendo colocado em uma ambulância do Corpo de Bombeiros.

Após 20 dias de buscas, Lázaro Barbosa, o "serial killer do DF", foi capturado nesta segunda-feira (28). Ele foi baleado em um confronto com a polícia após resistir à prisão. A morte foi confirmada logo depois.

O anúncio da captura de Lázaro foi feita pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado, em sua conta no Twitter.

 

 

Policiais tiraram Lázaro de um carro descaracterizado e levaram para uma ambulância do Corpo de Bombeiros

 

Vídeo mostra momento da captura

 

O momento da captura foi registrado em vídeo e mostra a comemoração dos envolvidos na caçada após a confirmação de que Lázaro tinha sido encontrado.

 

Últimas movimentações

 

Lázaro foi visto na noite de domingo (27) na casa da ex-mulher em Águas Lindas de Goiás. A polícia foi até o local e tentou negociar a rendição. Lázaro, no entanto, conseguiu escapar por um matagal.

A mulher foi levada para a delegacia sob suspeita de acobertar o ex. Outras duas pessoas foram presas na última semana por suspeita de contribuir na fuga do criminoso. Um fazendeiro de Goiás o manteve em sua propriedade por cinco dias.

Crime e operação

Lázaro começou a ser procurado no dia 9 de junho, por suspeita de matar uma família de quatro pessoas. Mais tarde, um quinto homocídio foi atribuído a ele, que invadiu várias propriedades durante a tentativa de fuga.

Uma força-tarefa foi montada para procurá-lo. Mais de 200 homens foram envolvidos na operação, que contou com o apoio de drones, helicópteros e cães farejadores.

Apesar do grande volume de pessoas que colaborou com informações sobre o paradeiro de Lázaro, mais de 95% das informações não ajudaram nas investigações.

Não era um "lobo solitário"

Em entrevista à GloboNews, o governador Ronaldo Caiado atribuiu a demora em encontrar Lázaro a uma rede de pessoas que o ajudava, o que classificou como "comportamento criminoso". 

"Era um cidadão (Lázaro) que tinha todo um aparato de pessoas que, provavelmente, são coniventes com ele, porque não tem outra explicação para ficar ali acoitando um criminoso desse nível. E, como tal, a polícia passou a ter dificuldades sim, mas agiu com total profissionalismo", disse, reforçando que Lázaro não era um "lobo solitário".

Caiado confirmou que o procurado tinha acesso a um telefone celular.

 

Leia mais

Caso Lázaro: saiba mais sobre o 'serial killer' do DF capturado e morto nesta 2ª

Lázaro Barbosa: vídeo mostra comemoração de policiais e populares após captura

Repórter do SBT leva mordida de pitbull durante apuração do caso Lázaro